Erros comuns na compra de um imóvel

erros mais comuns na compra de um imóvel

Hoje vou te contar os três erros mais comuns de quem compra um imóvel e o que você pode fazer para evitá-los.

1-     Não analisar os riscos do imóvel.

Antes de comprar um imóvel você DEVE analisar a matrícula do imóvel e todas as certidões relativas ao bem, incluindo os débitos condominiais.

Por quê? Porque se o imóvel não estiver devidamente regularizado ou tiver altos débitos o seu valor de mercado pode reduzir muito, ou ainda, não ser viável para comprar, acarretando riscos futuros.

2-     Não registrar a compra na Matrícula

Quando a compra é formalizada através de Escritura Pública, o primeiro passo, após assinar no Tabelionato, não deve ser entrar no imóvel, mas sim, ir até o Registro de Imóveis e registrar a compra na matrícula.

Quer saber por que? Porque de acordo com o Código Civil, só é PROPRIETÁRIO aquele que possui a propriedade averbada na matrícula.

Do contrário você é um mero possuidor.

E quais os riscos? Não transferir a propriedade pode acarretar na penhora do imóvel quando o antigo proprietário possuir débitos.

Por isso, priorize sempre o Registro.

3-     Não entender os termos do contrato/escritura e mesmo assim assinar

Primeiramente, o Contrato pode te obrigar a arcar com débitos que você não estava planejando.

Ainda, pode prorrogar prazos de desocupação e entrada no imóvel.

Além do mais, o contrato pode conter cláusulas abusivas ou até mesmo mal redigidas, com amplo sentido.

Por isso, tenha pleno conhecimento do que está assinando e SÓ ASSINE SE ESTIVER 100% SEGURO.

E você quer saber como pode ter ainda mais segurança para comprar um imóvel?

Procure um advogado especialista e contrate o serviço de Due Diligence ou Assessoria para compra.

Esse conteúdo te ajudou?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?
Olá, em que posso te ajudar?